9 de abr de 2017

O sol nas bancas de revista




Era por volta de 1965/66... sei lá.
Eu tinha uns cinco anos e minha irmã mais velha, adolescente de seus 14 anos, se juntava com as amigas no portão de casa pra conversar coisas de adolescente.
Imaginem o que era o fenômeno Beatles nessa época para esse grupinho em particular.
Eu já ouvia uns vinis que ela tinha... come together.
Até eu já estava meio intrigada com aqueles caras.
E daí elas disseram que iriam VE-LOS!
‘Hoje à tarde a gente vai ver os Beatles’... what??
Eu quero ir junto.
Choro, apelo aos bons sentimentos, apelo à vara da infância e da juventude... nada.
Não vou ver os Beatles.
Horas de angústia mais tarde, me sentindo a própria vítima de discriminação etária, fico sabendo que elas haviam ido à banca de jornal pra ver novas revistas que chegaram com os 4 de Liverpool, era isso.

Quem lê tanta notícia? Eu vou... por que não? Por que não?


.