27 de dez de 2013

recuerdos





achei hoje no Google Street View, graças à prima Edurne que me mandou o endereço certinho 
ainda está lá, a varandinha do velho edifício que sobreviveu aos bombardeios da guerra civil espanhola, onde minha avó materna criou seus 4 filhos... e de onde eu me pendurava, aos 8 anos (quando fui conhece-la) para ouvir o flamenco tocado no bar da frente, à noite, escondida da minha mãe, que achava que a varanda estava condenada a desabar, tantas foram as bombas que caíram ali perto.
- manhê, a varanda resiste! no pasarán! \o/


.