26 de out de 2008

minima.lista 1


ou
enxugar um poema
até perdê-lo de vista


o teu avesso
é tão visceral
que faz das tripas coerção
*

tempero
uma papila pra cada vinda
da tua língua
*

o que dói
não mata nem engorda
só deixa o corpo cínico
[ há males que vêm de alguém ]
*

flower power
em wood ficou
todo meu stock
de sonho
*

... e cá entre nós
não há mais nada entre nós
tão apertado é o abraço
*

a gente secreta
sub.verte o verso
até que seja
a sub.missão impossível
*

intern.ética
virtualmente
manter o tato
além da tecla
*